quinta-feira, 22 de abril de 2010

LEQUES DE RENDA














LEQUES DE RENDA

de
Maria Zélia Gomes

Leques de renda adornados
Brilhantes, belos, bordados,
Tecidos com várias cores …
Estão em minh’alma gravados
Esses leques adornados
A lembrar velhos amores …

São leques que estão guardados
Alguns …meio desbotados
Pelo decorrer do tempo …
São pedaços de saudade
Desse tempo sem idade
Que mora em meu pensamento!

16.05.2007



terça-feira, 13 de abril de 2010

HARPEJO





















HARPEJO
de
Maria Zélia Gomes


Beijos …
Desejos …
Sobejos …
Dos restos
Do amor
Ausente …
Na minha vida
Há lampejos …
Saem da
Garganta
Harpejos …
Pra viver …
Eternamente!
19.12.2006

COMO SÃO MEUS POEMAS
















COMO SÃO MEUS POEMAS
de
Maria Zélia Gomes


Meus poemas
São carinho …
São sonhos …
São emoções …
São como
Peças de linho …
São bagas
Do meu medronho …
Para aquecer
Corações!

16.03.2006


domingo, 11 de abril de 2010

A PAIXÃO ANDA ESCONDIDA

















A PAIXÃO ANDA ESCONDIDA

de
Maria Zélia Gomes


A paixão anda escondida
Numa nuvem de ciúme …
Era de vida sem vida …
Da vida descolorida …
Feita de muito negrume!


A paixão já se escondeu
Há muito … p’ra meu castigo …
Do quanto o amor sofreu …
Da vida que não viveu …
A paixão tornou-se perigo!


E a paixão que me aflora
Hoje e sempre, até morrer …
Prometeu que se ia embora …
Mas quando chegou a hora …
Veio até mim sem demora …
E eu parei de sofrer!

03.04.2006

segunda-feira, 5 de abril de 2010

A FALTA QUE ME FAZES

















A FALTA QUE ME FAZES
de
Maria Zélia Gomes


Fazes-me falta
Na minha vida
Sem vida …
Fazes-me falta
No meu coração
Vazio …
Fazes-me falta
No olhar
Insatisfeito …
Fazes-me falta …
No meu amor …
Cujo amor,
Na vida
Sem ter saída …
Está frio …
No vazio
Do meu leito!

18.05.2006

A ESCULTURA

























A ESCULTURA

de
Maria Zélia Gomes



O artista esculpiu …
Fez da pedra de granito …
Rosto belo de encantar …
Ao tempo, ele resistiu …
Lançou no ar este “grito” …
Da força do seu amar!


E a escultura de beleza
Que o artista colocou
Nos jardins da ilusão …
Se é padrão de pureza …
Foi Deus que a imaginou …
Essa bela Criação!

10.05.2006

ESTRELAS FORAM DORMIR

ESTRELAS FORAM DORMIR

de
Maria Zélia Gomes


O luar adormeceu
E as estrelinhas no céu
Ficaram com menos luz
É que a noite acordou
Já o sol se espreguiçou
Ao dia … ele nos conduz

Canta o galo na capoeira
E o sol sobe a ladeira
Pra brilhar por sobre o monte
Veio a brisa ligeirinha
Soprar a nuvem branquinha
Que deu a sombra à fonte

O dia nasceu brilhante
Com seu sol tão faiscante
Luzindo no firmamento
Estrelas … foram dormir
E a lua foi a seguir …
Com sonhos no pensamento!


17.04.2007